TOD@S ao ato público de solidariedade à Gaza

novembro 22, 2012 at 5:14 pm Deixe um comentário

Movimentos convocam ato público em solidariedade à Palestina

O sobrevoo de drones, apaches e caças F16 sobre Gaza continua

Com o temor de que Gaza voltasse a sofrer o genocídio ocorrido entre dezembro de 2008 e 2009, quando um ataque militar israelense matou cerca de 1500 pessoas, a maioria mulheres e crianças, movimentos que defendem a causa palestina em todo o mundo se manifestaram nas ruas e nas redes sociais.
A Frente de Defesa do Povo Palestino – SP, com o apoio do Movimento Palestina para Todos e de outros diversos movimentos, realizou ato público no último dia 16 em São Paulo, com concentração no vão livre do Masp e caminhada até a esquina da rua Augusta.
A atividade reuniu cerca de 150 manifestantes, que protestaram contra os recentes ataques em Gaza e a preocupante escalada de violência na região nos últimos dias.
A estratégia de eliminar vários palestinos de uma só vez tem origem desde antes da criação do Estado de Israel, em 1948, quando de maneira mais agressiva o estado sionista iniciou sua limpeza étnica sistemática pelos territórios da Palestina, expulsando palestinos que ali viviam há muitos séculos.


Tal prática não mudou com o passar dos anos e o governo de Israel prossegue com as destruições de casas, vilarejos e plantações, e com os bombardeios a cidades populosas como Gaza, que conglomera áreas civis a campos considerados alvos militares pelas forças de defesa israelense.
Nas últimas semanas Israel iniciou uma nova ofensiva sobre Gaza. Desde então, segundo os últimos dados atualizados pelo Movimento Palestina Para Todos, a lista de mortos indicam 160 baixas de civis palestinos, centenas de feridos e 3 mortes de israelenses.
Para piorar a situação, os hospitais de Gaza não têm equipamentos nem remédios suficientes para atender tanta gente. Segundo o ativista Hani Silliman, medicamentos para o tratamento de doenças graves entram com dificuldade em Gaza. Além disso, ele relata que há poucos equipamentos médicos e até mesmo suprimentos básicos para o atendimento de urgência. Wesan Mousa, ativista palestino morador de Gaza, relatou que os grupos que se mobilizam para ajudar as vítimas dos ataques, principalmente os desabrigados, precisam de ajuda. Mas, antes disso, segundo ele, a comunidade internacional precisa pressionar o fim do bloqueio a Gaza, para que a ajuda humanitária estrangeira chegue ao destino. Reforçando a mensagem, a União dos Comitês de Trabalho de Saúde na Palestina lançou nota pública pedindo também mobilização internacional política para que os palestinos possam receber medicamentos e outros suprimentos médicos.
De acordo com um relatório dos ministérios da saúde e da defesa de Israel, resultado de uma pesquisa realizada justamente em 2008, ano do massacre israelense em Gaza, os palestinos sofrem até mesmo com a limitação de alimentos que entram em Gaza. As calorias distribuídas aos palestinos eram calculadas e reduzidas gradativamente para testar o número mínimo de calorias necessárias que um morador de Gaza poderia consumir para não sofrer desnutrição.
Hoje, por volta das 7 horas da manhã na Palestina, ainda era possível ouvir o som de drones e F16 sobrevoando baixo. O terror psicológico e as táticas espiãs de Israel continuam atordoando os moradores de Gaza.
Por isso, contra as 162 mortes, as centenas de feridos e as constantes violações das necessidades e direitos mais elementares do povo palestino, no próximo domingo (25) estaremos reunidos para protestar contra mais essa ação criminosa do governo de Israel e exigir que o governo brasileiro rompa os acordos militares com Israel.

Queremos a Palestina livre!

Movimento Palestina Para Tod@s,
com o apoio da União Nacional Islâmica

O Movimento Palestina Para Tod@s está à disposição para fornecer informações e intermediar entrevistas com palestinos da Faixa de Gaza.

http://www.palestinalivre.com
http://www.uniaoislamica.com.br

Acompanhe no Facebook:
http://www.facebook/movimentopalestinaparatodos
http://www.facebook/unacionalislamica

Contatos:
Sâmia Gabriela Teixeira – (11) 96442-6676
Maura Silva – (11) 97169-0322

Participe do Fórum Social Mundial Palestina Livre, que acontecerá em Porto Alegre entre os dias 28 de novembro e 1o de dezembro. Mais informações no site wsfpalestine.net.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

TODOS AO ATO PÚBLICO EM SOLIDARIEDADE A GAZA! IQRA Especial Palestina Livre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


No Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

No Facebook

Flickr Photos

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 102 outros seguidores


%d blogueiros gostam disto: